Num dos promontórios mais famosos de Portugal Continental, localizado no extremo do Parque Natural da Serra da Arrábida, as imponentes arribas calcárias, sobre as quais foi edificado um enorme Santuário, escondem marcas da passagem de um dos maiores grupos biológicos de sempre do nosso planeta, associadas no passado a lendas religiosas. Sejam bem-vindos às pegadas de dinossáurios da Pedra da Mua.

O majestoso Cabo Espichel, situado no extremo ocidental da Península de Setúbal, possui uma beleza paisagística ímpar, oferecendo uma panorâmica que nos permite disfrutar da imensidão do Atlântico. É neste impressionante enquadramento que podemos encontrar a jazida da Pedra da Mua, localizada nas inclinadas escarpas calcárias a sul da Praia dos Lagosteiros, que regista a passagem de dinossáurios há cerca de 150 milhões de anos (Jurássico superior).

As pegadas dispõem-se por 8 camadas, tendo sido identificadas quatro dezenas de pistas, duas das quais pertencendo a dinossáurios terópodes (bípedes e carnívoros), sendo as restantes atribuídas a saurópodes (quadrúpedes e herbívoros). Numa das camadas, foi possível identificar 7 pistas de pegadas concebidas por jovens saurópodes e, uma vez que estas se encontram paralelas entre si, revelam que estes animais possuíam um comportamento gregário desde tenra idade.

Alguns destes trilhos, identificados apenas nos anos 70 do século passado, encontram-se associados à Lenda de N. Sra. da Pedra da Mua, segundo a qual dois peregrinos haveriam visto Nossa Senhora a subir as arribas montada numa mula gigante, tendo esta deixado marcado nas rochas as suas pegadas, levando a população local a construir a pequena Capela da Memória no topo da arriba.

Sendo o Cabo Espichel um dos ex-líbris do Parque Natural da Serra da Arrábida é um dos locais onde a Hike Land desenvolve a sua paixão. Não deixe de visitar este maravilhoso local e, no futuro, venha decifrar connosco o passado do nosso Planeta!


Anterior
Caminhadas Mágicas de Pirilampos
Próximo
Pegadas Geológicas: Ponta de São Lourenço